Arquivos Mensais: maio \29\UTC 2013

Economia Em 10 Lições – Primeira Lição

Junte as suas notas qui… (opcional)

Cidadania & Cultura

PRIMEIRA LIÇÃO

DECISÃO DE ESTUDAR ECONOMIA

Quis? Quid? Ubi? Quibus auxilliis? Cur? Quomodo? Quando?
[Quem? O que? Onde? Por que meios? Por que? Como? Quando?] –
Método para circunstanciar:
a pessoa, o fato, o lugar, os meios, os motivos, o modo, o tempo.

1.1. Diálogo autor – leitor

–       Meu caro leitor…

–       Por que caro? Caro é você, livro.

–       Este adjetivo vem do latim caru. Significa que custa um preço alto, elevado. Mas em relação a que? Posso alegar que cara foi a livraria que te cobrou, ou onde se cobra, um preço mais elevado do que as concorrentes…

–       Por sua vez, a editora justificará que sua publicação exige grandes despesas; é dispendioso. Sei onde isso vai parar, no meu bolso.

–       Meu autor diz que seus conhecimentos foram obtidos com grandes sacrifícios. No entanto, se alguém me lê, é caro, pois é tido…

Ver o post original 1.048 mais palavras

Regulação do Mercado de Cartões de Pagamento no Brasil

Junte as suas notas qui… (opcional)

Cidadania & Cultura

Cartões de Pagamento

Felipe Marques, Mônica Izaguirre e Murilo Rodrigues Alves (Valor, 21/05/13) deram uma notícia importante para a necessária regulação do mercado de cartões de pagamento no Brasil. O Banco Central (BC) passou a ser, oficialmente, o “xerife” de todos os agentes do mercado de pagamentos eletrônicos e não apenas dos bancos. A Medida Provisória nº 615, publicada no Diário Oficial da União do dia 20/05/13, deu poder à autoridade monetária para regulamentar e fiscalizar, entre outras, empresas como as bandeiras de cartões (Visa e MasterCard, por exemplo) ou as credenciadoras de pagamentos eletrônicos (como Cielo e Redecard). Paralelamente, a MP também lançou as primeiras bases legais para o desenvolvimento dos pagamentos móveis, via dispositivos como o celular.

Ver o post original 797 mais palavras

Análise descarta presença de formol em 10 amostras de leite do PR

BandNews FM Curitiba

Divulgação
As primeiras análises indicam que as amostras de leite sob suspeita de adulteração não apresentam indícios de fraude. A informação foi divulgada hoje pela secretaria de saúde. De acordo com o Laboratório Central do Estado, a presença de substâncias como o formol está descartada. Foram analisadas 10 amostras das marcas Líder, Mu-mu, Cativa e Polly, coletadas em Curitiba, Colombo e Londrina. Os resultados foram encaminhados ao Ministério Público. O MP do Rio Grande do Sul e a Polícia Civil do estado investigam a adulteração do leite, que seria feita por empresas responsáveis pelo transporte do produto. Uma das empresas suspeitas é uma cooperativa do Paraná, a Confepar, que nega ter comprado o leite adulterado.

Veja lista das marcas e lotes analisados:

Marca: Polly
Laticínio: Confepar Agro-Industrial
Data de Fabricação: 12/04/2013
Data de Validade: 12/08/2013
Lote: C
Município de Coleta: Londrina
Resultado de Adulteração: Negativo

Marca: Polly
Laticínio: Confepar Agro-Industrial
Data…

Ver o post original 203 mais palavras

A TV do futuro, em cartaz há anos

cora rónai | internETC.

Quando comecei a escrever esta coluna no Segundo Caderno, lá se vão muitas luas, era relativamente fácil saber quais assuntos vinham para cá e quais iam para a tecnologia (à época chamada de “informática”). Havia uma regra simples: se o assunto tivesse tomada ou bateria, ia para o Info etc. Mas o mundo mudou mais rápido do que poderíamos imaginar, e tudo se misturou. Todos nós, nerds ou não, passamos a precisar de mais tomadas, e gastamos pequenas fortunas com pilhas e baterias. Hoje nossa vida cultural depende tanto da tecnologia que chega a ser difícil lembrar como vivíamos antes da internet, dos celulares e dos tablets.

Agora, depois de um período de resistência, passei a fazer parte também do grupo que divide o tempo em antes e depois dos midia centers. Como ouço música no computador, quase não assisto TV e compro DVDs em quantidade, achei que este era…

Ver o post original 737 mais palavras

Para Que Serve Arte?

Add your thoughts here… (optional)

Cidadania & Cultura

arte serve para que verso clarte serve para que

Noemi Jaffe é doutora em literatura brasileira pela USP e autora de “Quando Nada Está Acontecendo” (Martins Editora), “A Verdadeira História do Alfabeto” (Companhia das Letras) e “O Que os Cegos Estão Sonhando?” (Editora 34). Em boa hora, publicou (Valor – Eu&Fim-de-Semana, 25/01/12) resenha sobre o livro “Os Filmes Que Todo Gerente Deve Ver – Aprenda nos Cinemas o Que Você Precisa Saber Sobre Gestão” de autoria Marco A. Oliveira e Pedro Grawunder (Editora Saraiva, 376 págs., R$ 49,90). Digo isso não porque eu pretenda um remake,  refazendo-o sob o título “Os Filmes Que Todo Economista Deve Ver – Aprenda nos Cinemas o Que Você Precisa Saber Sobre Economia“, embora tenha me ocorrido a ideia de registrar as experiências que terei neste semestre letivo, utilizando-me de filmes para ensinar Economia no Cinema.

Também não “vesti a carapuça”, sentindo-me “culpado” por…

Ver o post original 1.515 mais palavras

WP8: um caso de amor

cora rónai | internETC.

Nunca imaginei que, um dia, eu fosse ficar encantada com um produto Microsoft. Mas dou a mão à palmatória: desde que que comecei a andar com o Windows Phone 8, não faço outra coisa a não ser brincar com o meu smartphone. O WP8 é bonito, inteligente, cheio de bossa — e dá um enorme prazer de usar. Vivo arrumando e rearrumando os seus quadradinhos, fascinada pelas infinitas possibilidades de combinação. A questão não é apenas estética. Ao oferecer três tamanhos de live tiles, e ao permitir que eles possam ser dispostos ao gosto do freguês, o WP8 lança, ao usuário, o desafio de encontrar a combinação ideal.

Todos temos as nossas necessidades e preferências, e ajeitamos os nossos smartphones de acordo com elas. Até aí, nenhuma novidade. Mas ícones de tamanhos diferentes implicam num grau de hierarquia mais sofisticado do que o habitual. O que é mais importante, a…

Ver o post original 488 mais palavras

Neodesenvolvimentismo e precarização do trabalho no Brasil – Parte I

Blog da Boitempo

13.05.20_Neodesenvolvimentismo e precarizacao do Trabalho no Brasil - Parte I_2Por Giovanni Alves.

Este é o primeiro artigo da série em três partes “Neodesenvolvimentismo e precarização do trabalho no Brasil“, de Giovanni Alves, no Blog da Boitempo.

Nos últimos dez anos, constituiu-se um novo capitalismo no Brasil no bojo da nova temporalidade histórica inaugurada pela ofensiva neoliberal da década de 1990. A derrota da Frente Brasil Popular, em 1989, síntese política dos movimentos da classe na década de 1980, nos projetou para a temporalidade histórica neoliberal que, naquela altura, se impunha hegemonicamente nos países capitalistas mais desenvolvidos.

Desde 1973-1975, o Brasil rastejava na crise do capitalismo nacional-desenvolvimentista, que tinha assumido uma feição autocrático-burguesa com o golpe empresarial-militar de 1964. A década de 1980, caracterizada pela ascensão do sindicalismo e dos movimentos sociais e políticos de oposição à ditadura civil-militar, foi considerada a “década perdida” tendo em vista a estagnação da economia brasileira e os impasses políticos para…

Ver o post original 2.816 mais palavras

So um Deus nos poderá salvar

Leonardo Boff

A crise de nossa civilização técnico-científica exige mais que explicações históricas e sociológicas. Ela demanda uma reflexão filosófica que desemboca numa questão teológica. Quem o viu claramente foi Martin Heidegger (1889-1976), antes mesmo que tivesse surgido o alarme ecológico.Numa famosa conferência em 1955 em Munique “Sobre a questão da técnica”na qual estavam presentes Werner Heisenberg e Ortega y Gasset, ele tornou claro o risco que o mundo natural e a humanidade correm quando se deixam absorver totalmente pela lógica intrínseca deste modo de pensar e de agir: intervem e manipula o mundo natural até às suas últimas camadas para tirar benefícios individuais ou sociais. A cultura técnico-científica penetrou de tal forma na nossa autocompreensão que já não podemos entender a nós mesmos nem viver sem essa muleta que introjetamos em nosso próprio ser e estar-no-mundo.

 

 Ela representa a convergência de duas tradições da filosofia ocidental: a platônica de cariz…

Ver o post original 629 mais palavras

Antonio Cândido indica 10 livros para conhecer o Brasil

Blog da Boitempo

13.05.17_Antonio Candido_10 livros para conhecer o BrasilPor Antonio Candido.*

Quando nos pedem para indicar um número muito limitado de livros importantes para conhecer o Brasil, oscilamos entre dois extremos possíveis: de um lado, tentar uma lista dos melhores, os que no consenso geral se situam acima dos demais; de outro lado, indicar os que nos agradam e, por isso, dependem sobretudo do nosso arbítrio e das nossas limitações. Ficarei mais perto da segunda hipótese.

Como sabemos, o efeito de um livro sobre nós, mesmo no que se refere à simples informação, depende de muita coisa além do valor que ele possa ter. Depende do momento da vida em que o lemos, do grau do nosso conhecimento, da finalidade que temos pela frente. Para quem pouco leu e pouco sabe, um compêndio de ginásio pode ser a fonte reveladora. Para quem sabe muito, um livro importante não passa de chuva no molhado. Além disso, há as afinidades…

Ver o post original 2.025 mais palavras

Cinemagrafia

cora rónai | internETC.

Lola

Se tudo deu certo, esta foto tem uma ligeira animação. É um GIF produzido pelo app Cinemagrafia, da Nokia, que permite ao usuário escolher o detalhe em movimento.

Se a orelhinha da Lola não se mexer, tente ver AQUI.

Ver o post original