Conforme for, vou de Bergoglio

Blog da Boitempo

14.09.02_Marina Silva3Por Flávio Aguiar.

“Diga aos rapazes que não volto mais hoje.”

Bill Godkin, jornalista, ao se aposentar, na abertura do
romance O senhor embaixador, de Erico Verissimo.

A “direita móvel” brasileira vive uma situação privilegiada hoje em relação a seus sonhos de recuperar o controle do Banco Central, dos ministérios da área econômica e até mesmo da questão energética.

Por “direita móvel” entendo a de vocação privilegiadamente rentista, que já desfrutou da era FHC, apoiou entusiasticamente Serra por duas vezes e Alckmin por uma, já se entusiasmou com Aécio e agora não esconde sua animação com Marina.

Ela se opõe – mas de maneira complementar – à “direita imóvel”, cristalizada nos saudosos da ditadura militar, na bancada ruralista, nos setores mais retrógrados da Igreja Católica e nas vozes mais duras dos pastores evangélicos. Para esta, qualquer coisa que não seja Jair Bolsonaro, Ronaldo Caiado, que não cheire a mofo…

Ver o post original 758 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: