A segunda transição política na Espanha

Blog da Boitempo

emir sader segunda transição política na espanhaPor Emir Sader.

Depois do longo período franquista, a Espanha passou por um processo de transição democrática que, de forma similar ao nosso, não alterou as estruturas profundas do poder no país. Não por acaso o mesmo autor, Juan Linz, orientou o processo lá, com sua teoria do autoritarismo, copiada por FHC aqui.

A democratização se deu sob esses cânones, nos moldes do liberalismo: restabelecimento do Estado de direito, nem sequer acerto de contas com o passado franquista. Depois de uns anos, instaurou-se na Espanha o modelo europeu de bipartidismo, com o PP como partido de direito, e o PSOE como alternativa de esquerda, que se revezaram durante varias décadas no governo.

Quando as políticas de austeridade se impuseram, ambos partidos se comprometeram com ela. O bipartidismo parecia ser um dique de contenção para ambos. O máximo que podia acontecer ao PP era perder para o PSOE e vice-versa. Tudo…

Ver o post original 498 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: