Eleições em Barcelona: uma luz no fim do túnel

blog da Raquel Rolnik

Durante meu mandato como relatora especial da ONU para o direito à moradia adequada, tive a oportunidade de visitar a Espanha e pude conhecer de perto a Plataforma de los Afectados por la Hipoteca (PAH), movimento social surgido em 2009, em meio à crise imobiliário-financeira que levou milhares de pessoas a perderem suas casas naquele país.

A crise habitacional vivida na Espanha não foi isolada: outros países, como Estados Unidos e Irlanda, também viram explodir as execuções hipotecárias. Em outros contextos, como no México e na China, a bolha imobiliária deixou milhares de apartamentos vazios, além de uma escalada internacional sem precedentes nos valores de aluguéis e imóveis.

No caso da Espanha, as pessoas perderam suas casas para os bancos e, ainda por cima, ficaram endividadas. Isso porque com a crise, como os preços dos imóveis despencaram, o valor dos apartamentos que foram entregues aos bancos não cobria o valor…

Ver o post original 83 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: