“Easy Rider” e a Ilusão da Liberdade

verdadesdepapel

 

“Easy Rider” (“Sem Destino” no Brasil) foi lançado em 1969 nos Estados Unidos, em uma época de otimismo geral da nação pós-Segunda Guerra Mundial, de patriotismo, de anticomunismo (manifestado principalmente na Guerra Fria contra a União Soviética) e de desenvolvimentismo.

Porém, nesse período começaram a surgir diversas manifestações contrárias ao estilo de vida e de pensamento no ocidente. Essas manifestações tinham o intuito de posicionar-se na contramão do capitalismo, do consumismo, da moral vigente. O sociólogo Theodore Roszak conceituou o conjunto dessas manifestações como contracultura.

O movimento da contracultura, nascido nos Estados Unidos e logo alastrado pela Europa e América do Sul, se rebelava contra o militarismo norte-americano e o american way of life, pregando o questionamento das formas tradicionais de autoridade, a igualdade racial e sexual, o amor livre, o pacifismo, o uso de drogas como ferramenta para expansão da consciência e o rock ‘n’ roll. E…

Ver o post original 842 mais palavras

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: